segunda-feira, 25 de junho de 2018

RECOLHIMENTO DO CORPO


ninguém vai recolher o meu corpo
ele vai ficar aqui junto com o osso
junto com a carne e o nervo
parecerá outro
mas sempre será o mesmo
mesmo confundido com a morte
mesmo pobre mesmo podre
assumirá o risco de ter desaparecido
mesmo sendo visto
não será recolhido
permanecerá sendo noite
mesmo enquanto amanhecido

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...