quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

GAIOLAS

 

passarinho canta a asa

parece estar sozinho

mas entende mais da solidão que o som

do seu bico toda a calma

de uma angústia empalhada

atravessa um corpo depenado de azul

suspenso lembra o céu

desprovido da parte que acalma