segunda-feira, 23 de abril de 2018

QUASE MÃE


prenhe
quase mãe
a poesia não encontra
um local confortável
fechada parece uma flor
um trem que vai chegar
antes dos trilhos
aberta parece uma mão
afagando o ventre por dentro
confundindo o feto
que pensa estar navegando
no teto
no entanto está raso

MAIS SIMPLES QUE O AMOR


o amor é mais simples do que aparenta
mas não combina com os humanos
deveria ser um objeto
que se posta sobre um móvel
um vaso sem flores
uma fotografia abstrata nunca revelada
um quadro que pisca diante do olhar
longe das mãos
do corpo
tão simples
que não é necessário fazer

sábado, 14 de abril de 2018

COMPOSIÇÃO DO SILÊNCIO


ouço os meus passos
mesmo quando estou parado
o silêncio é composto de gritos empalhados
na tripa do tempo a entranha do silêncio
tremula ao sonhar com o vento
tremula agarrada ao mastro 
do meu pensamento