segunda-feira, 23 de abril de 2018

QUASE MÃE


prenhe
quase mãe
a poesia não encontra
um local confortável
fechada parece uma flor
um trem que vai chegar
antes dos trilhos
aberta parece uma mão
afagando o ventre por dentro
confundindo o feto
que pensa estar navegando
no teto
no entanto está raso

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...