sexta-feira, 28 de março de 2008

TALAR


as coisas provisórias
me deixam devastado

a poesia, a vida
em minhas mãos feito água
não me regam
nem matam a minha sede

contrito
me enterro por dentro
antes do tempo

Nenhum comentário:

OXÍMERA E A SUA OBRA

Oxímera construiu um desenho no piso do quarto para isso precisou afastar a cama exibindo assim o lixo que estava ali acumulado ela ...