segunda-feira, 15 de outubro de 2018

A ESPERANÇA É UM PÁSSARO


joguei o pessimismo na última gaveta
e guardei a chave (nunca se sabe)
espalhei as esperanças sobre a mesa
as possíveis e as impossíveis
as pequenas e grandes esperanças
as esgarçadas as desbotadas
as furadas as incompletas
as que eu havia jogado no lixo
inclusive as apagadas
meu olhar repleto de propósitos
a esperança é um pássaro
parece frágil parece solitário
mas o espaço ao redor todo lhe pertence


Nenhum comentário: