domingo, 12 de abril de 2020

DIZER QUE TE AMO


dizer que te amo
não me livra da morte
ao contrário
desisto de montar essa perda
não vou carregar
mesmo que eu tivesse ombros
sabe onde eles ficaram
amontoados entre os tombos
afastado da morte
quando pronuncio eu te amo
a palavra sem noção de perda
sem noção de enfado
a palavra musculosa
percorre a vida
como se o tempo a protegesse

Um comentário:

Iri Freitas disse...

Lindo e forte. Parabéns!