quarta-feira, 2 de fevereiro de 2022

FALANDO SOZINHO


poeta fala sozinho

o poema solitário na página

de um caderno ou de uma tela

(com sorte) na página de um livro

quase sempre fechado

é uma fala solitária

a leitura do outro

não alcança o silêncio

enxerga apenas palavras

Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...