sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

LAGO

a morte está do lado de fora

inventa uma janela e fica à espreita

alcança a minha beira

e pinga

até formar um lago

Nenhum comentário:

SEDE

 um poema escrito na água cumpre sua função  de sede