sexta-feira, 18 de setembro de 2015

CORREDOR UM

muito largo
um elefante e um homem sorrindo
caberiam facilmente
desde que o homem não chegasse às gargalhadas
e o elefante não se lembrasse do marfim
retirado durante a caçada


Nenhum comentário:

SEDE

 um poema escrito na água cumpre sua função  de sede