segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

MAIS QUE SOFRO

morro mais do que sofro
sofrer goteja
sobre a pele sem poro
digital sem dedos
formando o medo
morrer me marca
lágrima encanada
na parede enterrada
ausência do mundo
esquecido no fundo
morrer me mata


Nenhum comentário:

VERÃO PASSADO

  o verão passou e você permaneceu calada esperei aquela palavra ou melhor qualquer palavra parecida com um outono menos amargo ...