segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

MEÇO INDESTRUTÍVEL



de vez em quando
eu me sinto indestrutível
junto meus pedaços num saco
giro na altura da cabeça
e lanço a metros de distância
depois recolho tudo e me refaço
às vezes sobra uma peça
às vezes falta um pedaço
nem me sinto em demasia
nem me sinto incompleto
não dá pra medir 
o que não tem começo

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...