sexta-feira, 28 de julho de 2017

PEIXE



um peixe morto boiando
arranha as costas do rio
estivesse nadando
seria um arrepio

Nenhum comentário:

SEDE

 um poema escrito na água cumpre sua função  de sede