terça-feira, 26 de dezembro de 2017

LADOS



o peso do meu corpo desse lado
a vida do outro
intenções no meio
do lado direito asfalto
do esquerdo nem me conte
se havia um coração
agora aos pedaços
mão estendida à espera
de um pedaço de não
que só aparece completo
maior que a palma
derrama ao redor
até formar esse mar

Nenhum comentário:

BEIRA DO LUGAR

vou aonde me cabe onde me sobra aonde me cobra estar por fora vou aonde me acende onde me entende onde me aguarda estar ausente vou aonde me...