quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

ENTRE BURACOS

a vida devia ser diferente
começar de trás pra frente
e entre o buraco do final
e o buraco inicial
pudéssemos traduzir
a escuridão comum aos dois
do mesmo modo
como o tempo traduz
nossas sombras sem luz


Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...