quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

POR ONDE VAZA O MEU CORPO


amanheci com um gosto de insônia na boca
pensei mastigar sonhos eram desejos
da noite porosa vazou meu corpo
entre uma estrela e outra
meus sonhos apagados


Um comentário: