quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

POR ONDE VAZA O MEU CORPO


amanheci com um gosto de insônia na boca
pensei mastigar sonhos eram desejos
da noite porosa vazou meu corpo
entre uma estrela e outra
meus sonhos apagados


Um comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...