quinta-feira, 13 de setembro de 2018

ANOTAÇÃO SEM FUNDO

a ilusão do profundo se perde  em segundos
a vida é rasa quase no fundo
e acima do peso da vida
o peso do mundo
respirar é uma constante desavença
pensar que o sangue guardado no corpo é uma doença
não melhora
levantar não compensa
pensar fora da cabeça
fazer parte de outra parte
não faz encher a vida
não nos faz outra peça
somos a mesma que desagrega
pensamos estar rente à vida
estamos abaixo do fundo
olhamos para cima
mesmo sem vista
mesmo sem cabeça
olhamos para cima
como quem pensa

Nenhum comentário: