terça-feira, 18 de setembro de 2018

ENQUANTO O MEU AMOR ESTÁ DORMINDO


meu amor dorme
e nem sabe que eu existo
sonha comigo sem saber
quem eu sou no seu sonho
acorda com o sonho esquecido
mas lembra que foi bom e sorri
o sorriso parece uma janela que não precisa de paredes
mesmo que lembrasse o sonho
não teria a quem contar
meu amor está sozinho
e nem sabe que é meu
vaga pelo mundo
como se não tivesse dono
por isso não tem a quem se entregar
nunca vai me encontrar
vai ficar perdido para sempre
no meio de um poema
como se num poema
fosse permitido ao amor se perder




Nenhum comentário: