quinta-feira, 20 de maio de 2010

fastio

o poeta sérgio lima silva
deixa bem claro que
o que você está lendo
é isso mesmo que
você está lendo
não há outra
imagem visual
além dessa
que
o que está escrito
é isso mesmo
que a poesia
decretou que
o poeta sérgio lima silva
faltou
sem exposição de motivos
sem justificativa plausível
faltou e sem ele
como todo o resto
que o cerca
sem ele nada chega
e o que chega
não advém dele e
sim de algo que foge
do seu controle
logo
a poesia também
não veio
restou algo parecido
entre o silêncio
e o engano
e o que foi lido
é algo ainda
a ser esculpido

Nenhum comentário: