segunda-feira, 10 de maio de 2010

SOLO

venéreo
enxergo perdão na revoada
o silêncio que restou
estupefato
diante de mim
aéreo

Nenhum comentário: