quinta-feira, 10 de junho de 2010

duro

o amor era mole
ficou duro
no escuro tento um furo
com afagos e dentes
o amor não amolece
o amor desmorona o muro
do escuro aceito

Nenhum comentário: