quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

ESPUMAS

espumas de saliva
meu lábio abraçado ao rio
a vida sempre ensina aonde desaguar
nem todo rio corre para o mar

Nenhum comentário: