terça-feira, 11 de dezembro de 2012

PRAÇA DE SÃO PETERSBURGO

sobretudo de modo inexplicável
o ócio da estátua lembrou-me a tua presença
a estátua e seus ossos
espreguiçando a praça entre meus olhos
as folhas dormidas entre os passos e as falhas
acontecidas durante o inverno
parecia dezembro
no entanto eu respirava algo parecido com o fim

Nenhum comentário: