terça-feira, 6 de maio de 2014

CAIXA DE SAPATOS

meu irmão tinha uma estrela
guardada numa caixa de sapatos
eu nunca tive
uma caixa de sapatos
eu sempre deixava minha estrela solta
na caixa de sapatos eu guardava lembranças
esse poema é uma delas

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...