segunda-feira, 12 de maio de 2014

MEU CHEIRO

passo ao lado dos dias
passo e não me alargo
cada dia mais murcho
minhas pétalas
minhas feridas eternas
meu cheiro
não combina com o mundo
perco os sentidos
e permaneço acordado


Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...