terça-feira, 13 de dezembro de 2016

DEMOLIÇÃO

o inverno não trouxe nada
quanto mais recebo mais cedo
à beira do dia encosto meus traumas
meus ossos formam um estranho arco-íris
todas as cores me ameaçam
tornam minha boca mais sede
babo mais palavras que silêncios
bebo almas
demulo falhas
deixo pouco pra guardar por dentro


Nenhum comentário:

NATIMORTO

  todo poeta nasce morto isso explica sua briga inútil com a vida usa palavras e delas se defende se transforma em estátua quand...