domingo, 16 de fevereiro de 2020

BUCETA DE SEREIA


a buceta da sereia é clara
como a água e a areia
a água da torneira a água do mar
e a areia da praia
a buceta da sereia
não se espalha
escamada escondida acalmada
é mais um canto que uma carne
é mais encanto que uma pele
que se revele depilada ou cabeluda
que se revele desnuda
é um destino para o desencanto
para qualquer glande um espanto
para qualquer vulva ficar muda
a buceta da sereia
parece que nem existe
mas seu encanto permite
sua presença num poema

Nenhum comentário: