quarta-feira, 28 de abril de 2010

PRESENTES

as flores murcham
como os gestos
não há nada a oferecer
que não vá murchar
perfumes
gestos
palavras
amor
tudo irá murchar
só me resta
oferecer o esperar

Nenhum comentário: