sexta-feira, 30 de abril de 2010

EMBLEMA

poesia
e todas as luas do mundo
guardadas no bolso
entre elas
um gesto esquecido
talvez um adeus
talvez um pedido
talvez um fim
do tamanho do não

Nenhum comentário: