terça-feira, 24 de agosto de 2010

MINEIRO

o poeta escava minas no ar
são de ouro suas asas
as luzes das palavras
nas grutas do silêncio

Nenhum comentário: