segunda-feira, 10 de setembro de 2012

NUNCA MAIS

uma flor caída
um poema esquecido
pouco se perde
dois pássaros roçam as asas
durante um pouso
e nunca mais se encontram

Nenhum comentário: