quarta-feira, 12 de setembro de 2012

QUANDO MAMÃE VEIO ME VISITAR

quando mamãe veio me visitar
não havia mais calendários
percorri todos os 365 dias de maio
como se fosse o primeiro

quando mamãe veio me visitar
não havia desmaios
e a lucidez era o gancho
que fixava o meu corpo entre as nuvens

quando mamãe veio me visitar
não havia mais água
e toda palavra pronunciada
derramava um deserto

quando mamãe veio me visitar
não havia mais alma
e a dor era a película
que me ocultava

quando mamãe veio me visitar
não havia mais tempo
tudo que seria dito
ficou tatuado no pensamento

quando mamãe veio me visitar
não havia mais espaço
corredores e portas
chegaram antes do abraço

Nenhum comentário: