terça-feira, 6 de novembro de 2012

CANTO RECOLHIDO


encolhido no canto
do pássaro recolhido
sob a sombra
um canto de vento
pendurado na nuvem
do tamanho
que a sombra permite
entre o chão e o grito
entre o não e o que digo

Nenhum comentário: