terça-feira, 20 de setembro de 2016

RISCO

não há delicadeza no risco
o que antes era branco e silêncio
torna-se algo
em que o inesperado
não vai aceitar desculpas
e o pensamento antes guardado
agora expõe a fratura
e a dor antes impensada
agora é palavra


Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...