sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

TÚNEL SEM LUZ

o tempo se aproveita 
de mim e me dobra
pela metade mas duplo
arranho a garganta
de quem me engole
debalde diante do ácido
que me espera
ao final do túnel
sem luz


Nenhum comentário: