segunda-feira, 8 de junho de 2020

ENQUANTO A ASA NÃO VEM


embora não pareça
os braços pesam
é preciso ter asas fortes
a partir da omoplata
tenho me esforçado muito
por enquanto tenho os braços
e muito espaço

Um comentário:

Iri Freitas disse...

Asas são sempre boas, acho. Lindo poema.

RUA BENFICA

  o mais antigo numa casa antiga é o silêncio divide o corredor com o tempo ambos trôpegos quase abraçados espalham grossas pa...