segunda-feira, 8 de junho de 2020

MAMÍFEROS RECOLHIDOS


mamilo e boca
parecia fácil
porém entre os dois o escuro
e os desenhos imaginários
o que parecia saliva era lágrima
o que parecia mel era sangue
poucas sementes suportam a luz
algumas permanecem ocultas
e exploram outros compartimentos
outras entendem a claridade
e alongam pulmões de galhos
permitem à boca o toque
com o mamilo envenenado

Um comentário:

Iri Freitas disse...

Um belo poema, com toda certeza.