quinta-feira, 2 de agosto de 2012

MORTO POR ENQUANTO

a morte é estranha
enfrentei situações terríveis
e sobrevivi
agora morro por um simples fato
dizem que não entendem
algumas coisas que escrevo
nem sempre quem escreve
quer dizer alguma coisa
minha capacidade de reter palavras
está comprometida
mesmo depois da minha morte
as palavras continuarão a crescer

Nenhum comentário: