quinta-feira, 23 de agosto de 2012

SOBRE A ESCURIDÃO

o amor ultrapassa as pessoas
e se instala ao redor
o amor da porta pelo vão
o amor dos pés pelo chão
o amor da terra pelas formigas
o amor das formigas pelo cadáver
e o amor do cadáver pela escuridão
prolifera as coisas claras
e uma flor sem precisar de músculos
se despetala

Nenhum comentário: