sexta-feira, 5 de outubro de 2012

MORDIDOS

quem se esmaga
sabe o que os dentes mordem
quem sabe dos dentes depois do sorrir
sabe por que se morre
quem sabe o que vale
nunca vale o que move
ultrapassa o espaço do fim
e no fim se comove


Nenhum comentário: