segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

MESES CRUÉIS


para quem respira
todos os meses são cruéis
eu faço
não porque eu quero
faço
porque meus braços
me ensinam
as flores do meu cérebro
lembram palavras
nas quais a primavera se ampara
toda árvore é solitária
durante a madrugada
como também é solitário
quem a abraça






Nenhum comentário: