quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

TÉDIO

o tédio rompe
as minhas palavras
como um punho
nos sulcos vazios
de onde elas nascem
acomodo o meu corpo
e me deixo

Nenhum comentário:

AQUELES DIAS DE DESESPERO

  tem dias que bate um desespero uma vontade de arrancar os cabelos até os pentelhos vontade de correr nua pelas ruas ampliar o co...