sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

OCRIDADE

não há paz nos meus cabelos
presos ao tronco
pensando que estão numa árvore
derramam a sombra sobre os frutos
meus gestos são amargos
apesar de belos
amontoam-se entre as outras mercadorias
expostas à venda
mas só as moscas os visitam

Nenhum comentário: