sexta-feira, 3 de julho de 2009

céu de agosto


bebi o céu de agosto
e não gostei
a pedra sob o meu corpo
tem vida apesar de mais quente
quem carrega o meu corpo
sabe que não morrí
mas a cova está aberta
e as flores ansiosas se precipitam
sobre setembro antes de mim

Nenhum comentário:

OXÍMERA E A SUA OBRA

Oxímera construiu um desenho no piso do quarto para isso precisou afastar a cama exibindo assim o lixo que estava ali acumulado ela ...