terça-feira, 28 de julho de 2009

perdulário provisório


não tenho obrigação nenhuma de morrer
nem muito menos de ser feliz
a vida é o reflexo
onde a beleza se ampara
e a felicidade é o sonho
que a morte esqueceu

Nenhum comentário: