quarta-feira, 15 de setembro de 2010

VOLTA

o retorno não
requer pés nem passos
requer tropeços fracassos
a paisagem no canto do olho
a lágrima no canto
da paisagem
lavo meus sonhos
enquanto estou acordado

Nenhum comentário: