sexta-feira, 11 de maio de 2012

MISTURADO AOS RESTOS

as estrelas
não entendem
o meu brilho
sob os seus pés
mistura-me aos restos
dos cigarros
sou a mera fumaça
que a luz atravessa
e me despedaça

Nenhum comentário: