terça-feira, 2 de junho de 2015

QUINTA VÉRTEBRA



o amor passa pela janela
sem olhar para dentro
um cão usa a pata traseira
para expulsar a pulga instalada
entre a quarta e a quinta vértebra
escrevo palavras inúteis
iguais a que pronuncio
não preciso de água
para cultivar o silêncio
ele prolifera desertos

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...