quarta-feira, 20 de abril de 2016

LEITURA LABIAL

ninguém leu o meu corpo
por isso ele permanece incompleto
cada buraco ensanguentado
é o trecho de um livro apagado
o mundo faz a leitura labial dos mudos 
e reproduz a fala

Nenhum comentário:

PELAS RUAS DE SÍTIO NOVO

caminhamos tranquilos pelas ruas de Sitio Novo o córrego e eu entendemos de sigilo escorremos nossos segredos pelo meio-fio até que o sol de...