quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

ROUPA DO MORTO

a roupa do morto pendurada no varal
a roupa do morto dobrada no armário
a roupa do morto guardada na mala
a roupa do morto reservada na loja
a roupa do morto no seu corpo
a roupa do morto agora é de madeira
bordada de escuridão e terra
a roupa do morto não mais precisa
ser lavada nem passada nem trocada
a nova roupa do morto
não passou por sua escolha
a nova roupa do morto
espera que ele seque
da carne do osso e da espera
e desocupe o espaço
para a roupa de um novo morto

Nenhum comentário: